Produtividade: 11 Hacks To Work Without Getting Distracted — And Be Laser-Focused Instead

As Alexander Graham Bell said, “The sun’s rays do not burn until brought to a focus.”

Here are some worrying statistics about how much we struggle with distractions nowadays:

  • study led by Harvard showed that the average knowledge worker spends 47% of his or her day in a state of (semi)distraction.
  • RescueTime has researched that the average knowledge worker checks email 55 times per day (on average every 8.5 minutes in an 8-hour workday)
  • And instant messaging apps about 77 times per day (on average every 6 minutes taking in an 8-hour workday)
  • study by Gloria Mark showed that, on average, each knowledge worker in the study spent only 11 minutes on any given project before being interrupted
  • #1: Identify Your Top 3 Priorities
  • #2: Stop Multitasking
  • #3: Schedule Daily Deep Work
  • #4: Download Website/App Blockers
  • #5: Don’t Use Your Phone 30–60 Minutes After Waking Up
  • #6: Meditate Daily
  • #7: Don’t Work Where You Relax
  • #8: When You Work, Work — When You Relax, Relax.
  • #9: Declutter Your Mind By Journaling
  • #10: Use The Pomodoro Technique
  • #11: Schedule Your Day
https://medium.com/personal-growth-lab/11-hacks-to-work-without-getting-distracted-and-be-laser-focused-instead-dbbb7b7479aa

O PREÇO DA RIQUEZA

Até bilionários e liberais admitem que o capitalismo global está aumentando a desigualdade

O texto mostra uma perspectiva da ontradição entre capitalismo, democracia e neoliberalismo
https://tab.uol.com.br/edicao/capitalismo/index.htm#veja-tambem

Por que 9 dias na China me deixaram apavorado…

By

Lucas Marques
COO no Méliuz

Nas próximas linhas vou compartilhar um pouco do que aprendi em uma viagem de 9 dias que fiz para a China. Ao final dele, vocês vão entender claramente porque fiquei muito assustado com tudo que vi lá. Antes, gostaria de fazer algumas ponderações:

1. A China é gigante! O país tem uma população de quase 1,4 bilhões de pessoas e a terceira maior área territorial do mundo. Logo, eu conheci um pedaço muito pequeno da China e não tenho pretensão nenhuma de tentar explicar a China como um todo. Seria o mesmo que alguém visitar o Roraima ou o Rio Grande do Sul e dizer que entende tudo de Brasil.
https://www.linkedin.com/pulse/porque-9-dias-na-china-me-deixaram-apavorado-lucas-marques/

Quatro Pontos sobre tecnologia

Fio condutor do setor é entender a diversidade que o tema abrange hoje

O primeiro é reconhecer que quando falamos de “tecnologia” não estamos nos referindo a um fenômeno que tem uma história e linha evolutiva únicas.

O segundo ponto é que governos irão se converter inevitavelmente em plataformas tecnológicas.

O terceiro é que no mundo em desenvolvimento a ideia de “big data” precisa ser contrastada com o problema do “no data”.

… tecnologia depende de planejamento.
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/ronaldolemos/2019/10/quatro-pontos-sobre-tecnologia.shtml

A TI como conhecíamos está morta. Vida longa ao ‘BusOps’

Graças à transformação digital, TI é incorporada em todos os processos de negócios. É hora de ouvir o DevOps e repensar a divisão entre TI e negócios

Em muitas organizações, a TI é executada como se fosse uma empresa separada – um provedor de serviços, o que acaba gerando disfunção nas companhias. Parte disso ocorre porque a metáfora de TI como empresa levou a uma prática estranha: acordos de nível de serviço (SLAs) entre as operações de TI e seus clientes internos.

https://cio.com.br/a-ti-como-conheciamos-esta-morta-vida-longa-ao-busops/

As 12 tecnologias disruptivas que vão mudar nossa sociedade e a economia

De modo geral, essas doze tecnologias são:

  1. A internet móvel
  2. Automação do trabalho intelectual
  3. A internet das coisas
  4. Tecnologia em Nuvem
  5. Robótica avançada
  6. A próxima geração do sequenciamento dos genes
  7. Veículos autônomos e quase autônomos
  8. Armazenamento de energia
  9. Impressão 3D
  10. Materiais avançados
  11. Exploração avançada de petróleo e gás
  12. Energia renovável

(2017)

https://www.hellerdepaula.com.br/tecnologias-disruptivas/

Brasil avança para regular uso de inteligência artificial

Ministério da Tecnologia abriu consulta pública por dois meses; medida vem depois de o país aderir a padrões da OCDE

O governo abriu ao público, até o fim de janeiro, a discussão sobre legislação e uso ético da tecnologia, considerando eixos como força de trabalho, pesquisa e desenvolvimento e aplicação nos setores público e privado.

Seguindo o modelo de outros países que adotaram estratégias, o governo põe isso em pauta depois de aprovar o Plano Nacional de Internet das Coisas e a Lei Geral de Proteção de Dados (em vigor no ano que vem), que mencionam sistemas automatizados.

https://www1.folha.uol.com.br/tec/2019/12/brasil-avanca-para-regular-uso-de-inteligencia-artificial.shtml

Mestranda da Universidade Federal de Santa Maria produz energia elétrica com vapor, papel e grafite

Material usado na pesquisa tem custo de cinco centavos para acender painel com 45 lâmpadas de led. Meta é aperfeiçoar o estudo nos próximos anos para conseguir fazer funcionar luzes de emergência e, quem sabe, abastecer uma casa no futuro.
https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2019/12/14/mestranda-da-universidade-federal-de-santa-maria-produz-energia-eletrica-com-vapor-papel-e-grafite.ghtml

A morte de Lavosier

“Foi o suficiente para eles cortarem a cabeça, não será suficiente por um século para que outro igual surja”, disse o matemático ítalo-francês Joseph-Louis Lagrange. Ele lamentava a decapitação de Antoine Laurent Lavoisier, que havia mudado para sempre a prática e os conceitos da química, forjando um sistema que daria ordem ao conhecimento caótico da alquimia.
https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2019/12/28/antoine-lavoisier-o-quimico-que-foi-decapitado-gracas-a-disputa-cientifica.htm?cmpid=copiaecola

Massa de água quente passa pelo Pacífico em direção à América do Sul

A mancha quente de água que se move no Pacífico em direção à América do Sul e inquieta cientistas

O jornal “New Zealand Herald” diz que a mancha começou a se formar em outubro, mas as temperaturas se mantiveram na média e não cresceram de maneira significativa. No entanto, um aquecimento mais acentuado em dezembro fez a mancha aumentar e a temperatura subir fortemente.

https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/bbc/2019/12/30/a-mancha-quente-de-agua-que-se-move-no-pacifico-em-direcao-a-america-do-sul-e-inquieta-cientistas.htm?cmpid=copiaecola

« Older entries